Energia Maremotriz: Guia básico

A energia maremotriz – também chamada de energia das marés – é aquela gerada através das diferenças de altura da maré, de acordo com o movimento lunar. Sua existência como energia renovável e limpa é uma discussão que está constantemente em pauta entre países e ambientalistas.

energia-maremotriz

Por ser um tipo de energia restrito a determinadas configurações geográficas, não é tão popular quanto outros tipos de energia que utilizam condições climáticas e geográficas como principal fonte energética (que é o caso da energia eólica e solar, por exemplo).

Apesar disso, há uma série de vantagens e usos interessantes para a energia maremotriz, como pode ser visto na Rússia e no Canadá, que possuem usinas elétricas deste tipo.

Conheça as principais características e vantagens da energia maremotriz:

Como funciona

A energia maremotriz utiliza desníveis oceânicos e a variação dos níveis da maré para utilizar a energia cinética da movimentação da água e converter em movimentação de turbinas, que geram a energia elétrica.

Embora seja considerada uma fonte de energia renovável e limpa, sua instalação gera uma série de alterações no ecossistema marinho próximo à usina, mas não apresenta a desvantagem de putrefar toda uma área vegetal, como é o caso das hidrelétricas

Vantagens

A principal vantagem da energia maremotriz é seu longo prazo de funcionamento sem o esgotamento de nenhum recurso natural, uma vez que não se estima uma mudança no funcionamento da maré – fonte indireta da energia utilizada nesta categoria.

Além disso, é comum que áreas litorâneas – regiões onde as usinas maremotrizes devem estar –  possuam variações grandes no comportamento dos ventos, e muitos dias nublados ou chuvosos. Isso impede um bom aproveitamento de fontes de energia que utilizem o vento ou o sol.

Em países com áreas litorâneas muito extensas, a energia das marés pode ser ideal, especialmente em locais onde a geologia marítima favorece a implantação.

Desvantagens

Apesar das vantagens, há um motivo para a energia maremotriz não ter ganho muita popularidade, e este motivo é, essencialmente, o custo: economicamente, a instalação de uma usina que utilize a maré como fonte energética não vale a pena, e seus custos de manutenção também são consideravelmente altos – além da rápida depreciação que ocorre em função da água do mar.

A quantidade de fatores necessários para tornar a instalação viável é outro empecilho significativo da energia maremotriz. Além de ser caro, a quantidade de esforço necesária para a verificação da viabilidade é complexa e trabalhosa, o que nem sempre a torna a melhor opção.

Talvez você também goste dos artigos abaixo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *