Aplicações da Energia Solar: Conheça as Principais

Por ser uma forma de geração de eletricidade bastante diferente das usinas tradicionais, as aplicações da energia solar são muitas, e funcionam de maneira bastante singular do que se espera de outros tipos de geração.

aplicações-da-energia-solar-1

Conheça as principais formas de aplicação da energia solar:

Microgeração Urbana

Uma das aplicações da energia solar que mais estão em pauta atualmente é a microgeração urbana, que significa utilizar a energia solar para consumo próprio do imóvel onde as placas fotovoltaicas estão instaladas.

As placas solares não apenas proporcionam energia elétrica para o consumo residencial, como podem estar diretamente ligadas à rede de distribuição energética e injetar eletricidade nesta rede. Esta possibilidade gera novos modelos e oportunidades para a microgeração urbana.

No caso brasileiro, regulamenta-se a utilização de créditos de carbono, que permitem que o usuário troque a energia que sobrou durante os picos de produção por abatimentos em sua conta, nos momentos em que seu uso é maior que a produção de suas placas.

Outros modelos de negócio colaborativos entre o microgerador e a rede inteira podem ser formulados, no futuro, o que torna esta possibilidade um dos grandes pontos fortes entre todas as aplicações da energia solar.

Aquecimento Solar

A utilização do aquecimento solar não corresponde, necessariamente, à geração de energia elétrica, mas é uma das formas mais populares de utilização da energia solar. Neste caso, utiliza-se a energia térmica do sol para aquecer água – geralmente de uso residencial.

São diferentes tipos de sistema que circulam os fluidos através de placas que captam a energia e aquecem a água presente neles, sem gastar energia elétrica no processo.

Usinas Solares

As usinas solares são versões em grande escala da utilização de placas fotovoltaicas, que reúnem grandes quantidades de placas com a intenção de gerar alta tensão e altos níveis energéticos disponíveis na rede elétrica.

Além das usinas de placas fotovoltaicas, há o modelo de usina heliotérmica, que funciona basicamente como usinas tradicionais que utilizam calor e vapor para movimentar turbinas que acionam geradores. Neste caso, o calor é recebido em diversas placas de captação solar, que concentram a captação destes diversos pontos, em uma única central de aquecimento do fluido, que faz as turbinas funcionarem.

Dispositivos Autônomos

Outra forma interessante de utilização da conversão solar em energia elétrica é a instalação de dispositivos autônomos, também chamados de autogeradores. Esses dispositivos  podem ser bombas elétricas, irrigadores, postes de iluminação, ou qualquer outro aparelho exposto à luz solar, cuja demanda de eletricidade consiga ser suprida por placas solares.

No caso de um poste de iluminação autônomo, o funcionamento é igual ao de um poste regular, com a adição de uma placa fotovoltaica no sobre ele e, se desejado, uma bateria de 12V para suprimento autônomo em momentos que não houver sol.

Geração de Energia em Locais Remotos

Entre as aplicações da energia solar que mais apresentam vantagens, está a geração de energia elétrica em locais remotos. Zonas rurais ou de habitação em florestas muito distantes de sistemas de distribuição energética podem ser supridas pela instalação de placas fotovoltaicas em locais apropriados, garantindo energia de baixo custo de manutenção por cerca de 30 anos, após a instalação.

Talvez você também goste dos artigos abaixo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *