7 dicas para evitar acidentes com energia elétrica

Acidentes com energia elétrica são a causa de muitas fatalidades no país, e o que causa estes acidentes costumam ser, geralmente, imprudência ou desconhecimento de procedimentos básicos de segurança.

Confira sete dicas para evitar acidentes com energia elétrica, e confira se você já possui práticas seguras, ou que o precisa mudar em sua relação com a energia elétrica:

dicas-para-evitar-acidentes-com-energia-eletrica

Proteja quem não pode se proteger

Em casas com crianças ou animais, a primeira dica para evitar acidentes com energia elétrica é sempre responsabilizar-se por quem ainda não entende os riscos da eletricidade. Não deixe fiação em condições arriscadas, ou tomadas e encaixes de lâmpadas (incluindo luminárias) ao alcance de crianças.

Utilizar um protetor de tomada de plástico para evitar que a criança coloque os dedos ou insira objetos na entrada é barato, e garante uma proteção essencial de forma simples. É importante ter cuidado, também, em dias de improvisação, quando é mais comum utilizar extensões e ligações “improvisadas”.

Desligue a chave de energia

Até mesmo nas operações mais simples, como trocas de lâmpada ou pequenos reparos em interruptores, desligar a chave de energia da sala onde você irá realizar alguma manutenção é um procedimento extremamente simples, que reduz muito os riscos de acidentes com energia.

Caso você presencie um acidente em que uma pessoa está sendo eletrocutada, é importante que sua ação imediata seja procurar a chave daquele setor do imóvel e desligar imediatamente. São muito comuns os casos onde alguém tenta auxiliar uma pessoa sendo eletrocutada, e acaba se acidentando de forma fatal quando tenta afastar a outra da fonte de energia através de contato físico.

Não sobrecarregue a tomada

Com tantos eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos, o uso de “Ts”, ou do chamado Benjamin, é uma solução comum em muitas casas e empresas, onde se vê diversos aparelhos ligados de forma arriscada em uma mesma tomada. Evite sobrecarregar as saídas de energia, para proteger as pessoas, os aparelhos e o próprio imóvel de acidentes elétricos.

Se for necessário ligar diversos aparelhos em uma mesma tomada, dê preferências às chamadas “réguas”, especialmente àquelas com o interruptor, que pode desligar a conexão quando você não estiver em casa, ou dormindo.

Cuidado com a voltagem

A atenção à voltagem previne que acidentes com energia  danifiquem ou diminuam a vida útil de seus aparelhos e eletrodomésticos. No Brasil, há alguns locais onde a voltagem residencial é de 110 volts, enquanto outros apresentam uma voltagem de 220 volts. Aparelhos que não estão adaptados para os dois tipos, podem estragar ao serem ligados em uma rede de energia com a voltagem errada,

Faça a manutenção da rede regularmente

No mínimo, a cada 10 anos, é importante que você conte com a ajuda profissional para certificar-se de que a rede elétrica de sua residência está em boas condições, e trocar imediatamente qualquer coisa que apresente defeito.

Isso evita acidentes com energia elétrica, incluindo a possibilidade de curto circuitos que podem dar início a um incêndio.

“O barato, sai caro”

O velho ditado é extremamente verdadeiro quando o assunto é manutenção de uma rede elétrica. A melhor opção é sempre fazer a manutenção adequadamente, e consertar os defeitos o quanto antes. Fazer pequenas economias, ou não contar com a ajuda profissional pode gerar problemas muito mais caros para você consertar no futuro.

Não hesite em buscar um profissional

Recorrer a um profissional é, geralmente, a melhor opção. A menos que você tenha formação na área, os riscos de acidentes com energia elétrica raramente compensam o conserto caseiro.

Além dos procedimentos de segurança no momento de um conserto, há uma série de práticas necessárias – específicas para cada serviço que for feito – que garantem que o trabalho seja bem executado e esteja seguro, ao ser terminado. Procure um profissional de confiança e evite riscos desnecessários para você e sua família.

Talvez você também goste dos artigos abaixo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *